Σύνδεση

Εγγραφή

Πλαίσιο χρήσης
99739 Τραγούδια, 241748 Ποιήματα, 28004 Μεταφράσεις, 26570 Αφιερώσεις
 

Não estarei aqui - 1665 Αναγνώσεις         
    

Στίχοι: Νίκος Μωραΐτης
Μουσική: M. Georgiades
Πρώτη εκτέλεση: Δόμνα Κουντούρη

Από μένα λες πως ζεις με αναπνέεις και μπορείς
να νικήσεις τη βροχή να κινήσεις τη γη
Λες πως είμαι η ζωή το κεράκι στη γιορτή
είμαι ήλιος να κοιτάς και φεγγάρι να πας
Τι ωραία να το λες τι ωραία να το θες
τι ωραία όλα αυτά μα τι κάνεις μετά
Τι ωραία να το λες τι ωραία να το θες
είναι τα λόγια σου ουρανός μα η καρδιά σου είναι γκρεμός

Δε θα’μαι εδώ μέσα μου να ζεις
δε θα’μαι εδω από τα μάτια μου να δεις
δε θα’μαι εδώ τον κόσμο μου να σπάς
αν έτσι αγαπάς δε θέλω να ’μαι πια εδώ

Δεν αρκεί να μ’αγαπάς να το μιλάς να το ρωτάς
αν δεν νιώθω στο κορμί των χειλιών σου τη γραμμή
από μένα λες πως ζεις πως στα χέρια μου ηρεμείς
μεσ’τα δυο μου μάτια λες ταξιδεύουν οι εποχές
Τι ωραία να το λες τι ωραία να το θες
τι ωραία όλα αυτά μα τι κάνεις μετά
Τι ωραία να το λες τι ωραία να το θες
είναι τα λόγια σου ουρανός μα η καρδιά σου είναι γκρεμός

Δε θα’μαι εδώ μέσα μου να ζεις
δε θα’μαι εδω από τα μάτια μου να δεις
δε θα’μαι εδώ τον κόσμο μου να σπάς
αν έτσι αγαπάς δε θέλω να ’μαι πια εδώ


Letra: Nikos Moraitis
Música: M. Georgiades
Desempenho primeiro: Domna Kountouri

Diga-me como você vive e como você respira
para você vencer a chuva a mover a Terra
Você diz que eu sou a vida, cera na festa
eu sou o sol a olhar e a lua a ir
A beleza que diz a beleza que você quer
toda a beleza essa mas o que você faz depois
Que beleza você diz que beleza você quer
é a sua razão o céu, mas o seu coração é um precipício

Eu não estou aqui, dentro do que você vive
não estarei aqui pelos meus olhos
não estarei aqui no meu mundo
se assim você me ama, não quero você mais aqui

Não basta me amar e me dizer e me perguntar
se não sinto no corpo o a linha de seu beijo
para mim você diz como você vive como na minha mão
dentro de seus dois olhos você diz

Que beleza você diz, que beleza você quer
que toda a beleza essa, mas o que você faz depois
que beleza você diz, que beleza você quer
é a sua razão o céu mais o seu coração é o precipício

Eu não estou aqui, dentro do que você vive
não estarei aqui pelos meus olhos
não estarei aqui no meu mundo
se assim você me ama, não quero você mais aqui

   Marco Aurelio Funchal, Marco Aurelio Funchal © 20-10-2011 @ 00:03

Πρέπει να συνδεθείς για να μπορείς να καταχωρίσεις σχόλιο